Como Cuidar do Coração

Hoje daremos algumas dicas de como cuidar do coração para que você viva mais saudável e sem estresse, pois se não soubermos cuidar bem desse órgão vital, no futuro poderão aparecer graves problemas a sua saúde.

  • Peso sob controle: Sabe aquele tipo de gordura que se acumula na região abdominal? Pois bem, ela pode elevar o nível de colesterol ruim, triglicérides, pressão arterial e ainda inflamar as vias arteriais do nosso corpo, com isso no futuro poderá comprometer o funcionamento de dois órgãos importantíssimos para o nosso organismo, que seria o fígado e pâncreas;
  • Acabe com o stress: Quando estamos em uma situação de estresse, o nosso organismo automaticamente produz dois hormônios, a adrenalina e cortisol. Eles fazem o nosso batimento cardíaco acelerar e contraem os nossos vasos sanguíneos dificultando assim a passagem do sangue, com essa reação constante, futuramente poderá favorecer o deposito das temidas placas de gordura, que são as responsáveis por vários problemas cardíacos. Por isso pegue leve com seu coração e faça exercícios físicos regularmente;
  • Cuidado com remédios para emagrecer: Todos esses remédios podem fazer mal a sua saúde, neles contem componentes que fazem o seu coração acelerar para queimar a gordura rapidamente, com isso pode induzir a uma taquicardia, forçando as paredes dos vasos sanguíneos e em alguns casos levar a morte. Por isso consulte sempre um médico especializado e de confiança;
  • Alimentos bons para o coração: Para que as doenças cardiovasculares sejam minimizadas, além do exercício físico, devemos ter o nosso cardápio diário saudável com vários alimentos bons para a nossa saúde, como linhaça, soja, peixes, frutas, verduras, legumes, entre outros;
  • Cigarro, pílula anticoncepcional e bebidas alcoólicas: Se consumido todos eles de uma vez, podem causar graves problemas para a sua saúde, imagine forças opostas agindo dentro dos nossos vasos sanguíneos com o objetivo de arrebentá-lo, com certeza será fatal. Em relação a pílula anticoncepcional, hoje em dia os riscos para a saúde foram minimizados, graças a redução das doses de hormônios, mas cuidado, sempre consulte um médico.

Comments

comments