Como Cuidar de Girassol

Embora seja muito comum no Brasil, o girassol não é nativo do país, tendo origem na América do Norte e Central. Para você que tem vontade de cultivar girassóis no jardim, separamos algumas dicas de paisagistas.

Segundo o engenheiro agrônomo Fábio de Godoy, do Uemura Flores e Plantas, os cuidados no cultivo do girassol começam com um solo bem drenado e com boa estrutura. Para isso, recomendo o uso de duas partes de substrato de jardim junto com uma parte de humus de minhoca. Também é preciso que a planta esteja em um ambiente ensolarado, devendo receber pelo menos de três 3 a quatro horas de sol por dia, já que a flor não resiste a ambientes sombreados, afirma Fábio.

Para a paisagista Nô Figueiredo, da Parceria Verde, a flor não exige cuidados especiais. Somente os cuidados normais com as plantas, que são regar, adubar e cuidar com amor e carinho, diz ela. No entanto, vale lembrar que, como o próprio nome da flor diz, ela não consegue sobreviver em outros tipos de luminosidade. Tanto seu nome popular, girassol, como seu nome científico, Helianthus, que significa flor do sol, indicam que é uma planta de pleno sol. A flor gira sempre buscando o sol, explica Nô.

Segundo ela, as regas dependem do clima, mas o solo deve ser rico em matéria orgânica e ser mantido úmido. Se estiver fazendo um calorão, é necessário regar bastante, até duas vezes ao dia. Importante é regar bem cedo ou no final do dia, quando o sol está se pondo. Nunca regar nas horas mais quentes do dia, diz a paisagista.

Segundo Fábio, a adubação pode ser feita com N-P-K 4-14-8 a cada 30 dias durante todo o ciclo da planta até a floração. O agrônomo explica que, como se trata de uma planta de ciclo anual, após a floração, ela seca. Por isso, Nô relembra que o replantio deve ser feito anualmente. Como o girassol não pode ser podado, Nô dá uma dica. Se você não quer uma planta tão alta, plante os mini-girassóis.

Comments

comments