Cuidados ao furar a orelha

brinco-orelha-inteira-com-prendedor-de-cabelo-importado_MLB-F-4718279938_072013

Hoje em dia, muitas pessoas querem furar as orelhas, pois esse costume se tornou popular em nome da vaidade. A maioria das mulheres não resiste à tentação usar lindos brincos enquanto alguns homens acham a prática muito “estilosa” e acabam aderindo à moda, uma forma de valorizar o ego e melhorar a autoestima.

Porém, antes de realizar a perfuração é necessário levar em conta alguns aspectos, principalmente em relação aos cuidados futuros.

Decida o local onde realizará o furo

Muitas pessoas acreditam que o melhor lugar para realizar o furo, é no lóbulo da orelha, o que não é verdade. Geralmente as pessoas optam pelo lóbulo por este apresentar um processo de cicatrização mais rápido. Porém, há outros lugares na orelha em que o furo poderá ser realizado, inclusive nas cartilagens.

A escolha do local e a quantidade de furos dependerão da vontade da pessoa. Os estilos de perfuração mais populares são:

  • Industrial – quando os furos são realizados em diversos locais da orelha;
  • Rook – quando o furo é realizado na barra fina da cartilagem horizontal, acima do canal auditivo;
  • Tragus – quando os furos são feitos na aba curva da cartilagem que cobre o canal auditivo (colada ao rosto);
  • Snug – os furos são realizados na cartilagem externa;
  • Conch – os furos são realizados na orelha interna ou externa;
  • Anti-tragus – quando os furos são realizados no pedacinho da cartilagem que protege o canal auditivo.

Cuidados com a perfuração

Após realizar a perfuração, é importante seguir todas as recomendações sobre os cuidados pós-procedimento. Caso surja algum sinal de infecção (dor intensa, pus, inchaço e aumento da temperatura local), procure um especialista da saúde e obtenha informações sobre como proceder.

É importante que, durante a cicatrização, não se retire o brinco em hipótese alguma, o que poderia acabar atrapalhando a recuperação do tecido e ainda trazer mais problemas.

Além da observação diária do processo de cicatrização, realize os seguintes procedimentos:

  • Lave a perfuração com água e sabão, pelo menos, duas vezes ao dia;
  • Não feche o local;
  • O uso de álcool deve ser evitado, pois resseca a pele e causa dor;
  • Fique atento aos sinais. Caso apareça algum líquido de coloração amarelada ou esverdeada, procure um médico imediatamente;

Siga as dicas e garanta um resultado positivo.

Comments

comments