Roupas

0 50

O couro é um material de origem animal muito utilizado na fabricação de roupas e outros acessórios da moda. Durante a fabricação das peças ele passa por um tratamento especial para que não estrague e se mantenha em perfeitas condições. Porém, para que a qualidade e beleza das roupas de couro sejam mantidas é necessário cuidar bem delas para que não estraguem.

As calças, jaquetas, saias, blusas e outras roupas de couro estão sempre em alta, principalmente no inverno. Para mantê-las conservadas, é necessário ter alguns cuidados para evitar manchas, mofos e estragos irreversíveis.

Ler as instruções da etiqueta: o couro é um material muito sensível e como existem vários tipos, cada um necessita de um cuidado especial específico. Portanto, é indispensável ler as instruções contidas na etiqueta quanto ao manuseio, a lavagem e a conservação da peça.

As peças devem ser penduradas: as roupas de couro não devem ser dobradas. O ideal é que sejam colocadas em cabides de madeira ou plástico para que não marque ou deforme o couro.

Evite a exposição a luz: quando muito exposto à luz, o couro começa a desbotar. O ideal é guarda-lo no armário coberto com capas de TNT, pois são leves e evitam o surgimento de mofo, pois permitem a entrada de ar.

As roupas de couro devem respirar: essas peças não devem ficar guardadas por muito tempo. Recomenda-se que a cada seis meses sejam retiradas do armário para arejar em local ventilado e à sombra.

Na hora de lavar: o ideal é que a lavagem seja feita por profissionais especializados, pois se realizada de forma incorreta, pode causar danos irreversíveis. Segundo especialistas, a lavagem com água age de forma contrária ao curtume, pois umedece o couro e ativa o processo de deterioração por fungos e bactérias.

Secagem a sombra: caso a roupa de couro molhe ou fique úmida, o ideal é coloca-la para secar na sombra, em local ventilado. Assim que estiver seca, é importante encaminha-la para um profissional especializado para cuidar dessa peça e evitar estragos.

As roupas de couro são peças muito versáteis que estão sempre na moda e são usadas principalmente durante o inverno. Essas peças são muito sofisticadas, porém exigem alguns cuidados no manuseio, na lavagem e na conservação para que mantenham a qualidade do couro e não estraguem. Não se esqueça de ler as instruções contidas nas etiquetas e evitar a lavagem em casa.

0 67

Sem dúvidas podemos afirmar que as calças jeans são itens fundamentais, que permeiam não só o vestuário feminino como também o masculino e o infantil. Entretanto, se deseja fazer um bom uso de sua criatividade e evitar gastos desnecessários com outras roupas vale a pena investir nas customizações.

Existem pessoas que adoram usar shorts durante o verão e outras nem tanto. Por isso, caso a barra da calça esteja muito gasta, vale a pena avaliar se ela pode ser transformada em uma calça pescador ou em um shorts de um comprimento satisfatório.

– Para fazer o corte, utilize uma tesoura bem afiada e de alta precisão, tendo ao seu alcance uma máquina de costura potente para fazer a barra. Caso prefira, também existe a possibilidade de desfiar a ponta do shorts, se você admira um estilo mais alternativo.

– Esta é a parte mais divertida da hora de customizar um jeans. É nela que você deixará a sua marca registrada, conferindo aquele diferencial único à peça, de acordo com a sua personalidade. Porém, primeiro avalie se é necessário tingir a calça jeans, no caso dela estar extremamente gasta.

– Para fazer isso, mande a roupa para uma lavanderia especializada ou compre uma tinta caseira especial, deixando a peça de molho e seguindo rigorosamente as instruções.

Feito, escolha rendas, spikes, bordados autocolantes de bandas ou figuras de sua preferência e comece a dispor no material usando cola para tecido, costura ou até mesmo o ferro quente do caso dos bordados.

0 22

Engravidar não significa perder a sensualidade e ter que usar peças íntimas sem graça e que não valorizam o corpo feminino.

  • Início da gestação

Já no início do período gestacional vale a pena apostar em peças que possuam as alças mais largas e fecho nas costas. Para um maior conforto do busto, que costuma aumentar alguns números no decorrer da gravidez, também é importante prestar atenção na sustentação dos modelos e nas regulagens de tamanho.

  • Camisolas

As camisolas são peças bastante versáteis, pois além de um toque romântico e bastante feminino, ainda podem ser usadas durante a gestação como também no pós-parto. Vale a pena apostar nos modelos que possuem alças removíveis, o que facilita bastante a amamentação. Os modelos mais soltinhos na parte da frente e confeccionados em tecido leve são os que podem ser usados por mais tempo.

  • Roupa certa para o pós-parto

No período pós-parto é recomendado usar roupas que oferecem um bom suporte ao corpo, especialmente no caso de mulheres que enfrentaram uma cesariana, onde uma leve pressão abdominal acaba sendo benéfica. A dica é investir em calças de cintura alta, que cubram e pressionem levemente a região abdominal. Vale a pena procurar peças que ofereçam algumas comodidades extras, como um fundo mais largo, que possibilite a utilização de absorvente íntimo e modelos confeccionados em tecido duplo.

  • Peças com numeração diferenciada

O aumento do volume dos seios é uma coisa que varia muito de uma mulher para outra. O problema é que enquanto a numeração que a mulher costumava usar fica muito apertada, o número maior pode ficar largo e desconfortável. Pra resolver esse problema algumas grifes criaram modelos com numeração diferenciada. Por exemplo, uma mulher que costumava a usar o tamanho 44, mas não se sente bem com o tamanho 46, pode optar pela numeração 44c ou 44d. Esse pequeno detalhe faz toda diferença.

A gestação é um momento em que a mulher deve se sentir sensual e curtir de uma maneira positiva as novas formas do seu corpo.

0 36

O modelo começou a fazer sucesso inicialmente na cor branca, após o lançamento da peça em uma coleção da marca de fast fashion. Rapidamente modelos em outras cores, como o amarelo, e também em estampas variadas, foram aparecendo nas lojas brasileiras e nos looks dos blogs.

O skort é fácil de ser combinado. Pode ser usado com camisa, regata e t-shirts de tecido leve. Por ser um modelo curto, pede um salto que ajude a alongar a silhueta, caso contrário, o corpo pode ficar com uma aparência achatada. Sandálias de tiras finas e scarpins são boas pedidas para complementar o look com essa peça.

Em geral, a peça é usada com a parte de cima totalmente por dentro da saia ou pelo menos a parte da frente por dentro. Mas dependendo da blusa, também é possível usar por fora. Vale lembrar que o modelo traz volume para a região do quadril, por isso, se você tem o quadril largo e gosta de disfarçá-lo, esta peça pode não ser a mais adequada para suas necessidades.

As principais cores do short saia assimétrico são preto, branco e azul marinho. Os skorts preto e branco podem ser usados para incorporar a tendência preto e branco do momento, enquanto o azul pode ser usado para combinar com peças superiores em estampa de azulejo português.

Um ponto a ser considerado na hora de comprar o short saia assimétrico é que este item é uma peça bastante diferente, que será difícil de usar quando ela deixar de ser tendência. Por isso, vale a pena pensar bem antes de adquirir esse produto.

Também é importante avaliar se a peça se encaixa no seu estilo. Não compre uma roupa apenas por ela estar em alta no momento, pois você pode se arrepender depois.

0 47

Com se vestir para uma reunião de trabalho

As opções em roupas e acessórios diferentes e modernos, hoje, são tantas, que muitas pessoas acabam sentido dificuldade, quando precisam escolher um traje mais discreto, destinado a uma ocasião específica.

É preciso, obviamente, ter uma noção de como é o ambiente de trabalho e quais as suas exigências, em relação às roupas. Há profissões que não exigem que a pessoa seja extremamente discreta, enquanto outras são altamente formais. Mas em qualquer dos casos, vale lembrar que uma reunião de trabalho irá fazer com que todos fiquem mais próximos do que o habitual. Além disso, superiores podem estar mais atentos aos presentes, neste momento. Portanto, é importante dar prioridade à discrição.

Em caso de dúvidas ou não, vale a pena investir em roupas sociais para o trabalho, que são peças já tradicionais, neste meio. Elas podem ser usadas na rotina profissional, bem como numa reunião ou em qualquer outro momento.

Calças sociais, blazers, terninhos, camisas femininas (com mangas longas ou curtas), estão entre as peças mais usadas. Porém, outras também são bem vindas, como as saias e os vestidos. Nestes casos, é preciso optar por um comprimento discreto. Dois dedos acima dos joelhos é o máximo que se pode usar, nestas ocasiões.

  •  Vale a pena evitar peças muito agarradas. As saias lápis, por exemplo, são elegantes e tradicionais, mas não podem estar ajustadas demais ao corpo. O mesmo vale para vestidos e calças. As roupas devem ser confortáveis e discretas. Para finalizar, evite decotes ousados no trabalho, pois eles nunca foram adequados a tal ambiente.

Saltos dão elegância ao visual e ficam ótimos em qualquer look para reunião de trabalho. Evite, no entanto, aqueles exageradamente altos ou modelos extravagantes.

Um jogo de cores entre as roupas, inclusive com estampas, poderá ser feito, desde que não seja de forma exagerada. Você pode, por exemplo, usar uma saia preta ou marrom, combinando-a com uma blusa ou camisa colorida, porém sem cores berrantes.

Finalmente, é sempre importante optar por maquiagens discretas para reunião de trabalho, bem como para qualquer outro momento da rotina profissional. Cores suaves e sem brilho são as melhores escolhas.

0 28

Muitas mulheres têm o sonho de, se não comprarem o vestido, ao menos conseguirem alugá-lo pela primeira vez. O chamado 1º aluguel de vestido é, sim, interessante. Por meio desta opção, a noiva poderá personalizar mais a sua peça e sentir o gostinho de usá-la, sem que nenhuma outra noiva o tenha vestido, antes. Ao final da festa, deverá devolvê-lo, é claro, à empresa que o alugou. No entanto, para quem anda com o orçamento apertado, esta pode não ser a melhor opção. Em geral, este tipo de aluguel sai mais caro do que o comum.

O segundo aluguel de vestido de noiva, que é o mais comum, costuma ser mais barato. Pode ser segundo, terceiro aluguel, não importa. Não é porque outras noivas já usaram a peça, que ela não estará perfeita para realizar o sonho da mulher. Basta ter atenção, com alguns detalhes.

Alugar um vestido de noiva pode ser bastante vantajoso, não apenas pelo valor.  Por meio de pesquisas ou indicações, pode-se encontrar uma empresa que oferece serviços de ótima qualidade e com muita variedade. Portanto, existe a vantagem de se poder experimentar muitos modelos de vestido, verificando com qual deles a noiva fica melhor. Basta ter atenção com o tipo de corpo que se tem, além do estilo pessoal, que deve ser mantido, com a peça escolhida.

Em geral, as empresas recebem o vestido de noiva usado, verificando todos os detalhes e consertando tudo que possa ter sido danificado. No entanto, é importante que a noiva também verifique cada centímetro da peça.

O ideal é procurar por manchas, bordados que caíram, costuras, etc. É preciso combinar, exatamente, tudo o que será feito com o vestido, até o dia do casamento. Nada deve ser verbal, ou seja, tudo que for esclarecido deverá estar num contrato, que a noiva deverá conhecer muito bem, antes de assinar.

Finalmente, deve-se ter atenção com o modelo do vestido de noiva escolhido. Vale a pena verificar se ele é realmente confortável, para que não se passe constrangimentos, em momentos que deverão ser de pura diversão.

Além disso, tenha atenção com o tipo de lingerie que irá usar, a noite do casamento. Não custa nada experimentar o vestido, junto com as peças íntimas. Assim, pode-se notar se algo ficará marcado demais, pois isso não é elegante.

0 28

As estampas de animal não saem da moda seja no corpo ou nos pés. Blusas, vestidos, calças, bolsas e sapatos dos mais variados modelos são confeccionados com estampas de oncinha, leopardo, zebra e cobra.

Uma das principais sugestões para usar uma blusa com estampa animal é colocar uma calça, saia ou short que não tenha desenhos nem qualquer estampa. A tonalidade também deve casar com a cor da estampa de bicho para que o look não fique estranho. E se você estiver com dúvidas aposte em uma cor mais básica e fácil de combinar como o preto.

Se já quiser colocar duas peças de estampa animal, deve ser do mesmo “bicho”, ou seja, se a blusa for de oncinha, a calça não deve ser de zebra ou de cobra, já que ficará exagerado demais e comprometerá o seu visual. Para quem estiver com uns quilinhos a mais e quiser esconder, as blusas de animal print também podem ser usadas, mas em modelos um pouco mais soltos e, de preferência, com desenhos maiores como de leopardo e zebra.

Além do preto, ótimas cores para combinar com blusas de estampa de animal são o bege, o cáqui, chocolate, marrom, castanho e outras cores em tom nude, além do branco. Os acessórios também não podem faltar, e se você quiser usar algo que seja da mesma estampa aposte em uma bolsa pequena ou em uma pulseira mais discreta por exemplo.

Se você tiver dúvidas sobre como usar blusas de animal print com sapatos de mesma estampa, saiba que basta adequa-lo a ocasião.  Se for para sair à noite, por exemplo, você pode usar uma plataforma ou outro sapato de salto ou botas, e para uma ida ao cinema ou um passeio no shopping com as amigas, aposte em uma sapatilha ou em um slipper.

 

 

 

0 40

Existem diferentes tipos de toalhas, algumas são mais simples, com menor absorção e resistência. Outras, porém, são mais felpudas, macias e desempenham muito bem sua função de enxugar. Mas para que todas sejam conservadas, em cor e textura, é preciso ter cuidados.

Para lavar corretamente as toalhas de banho, verifique se existem manchas em sua superfície, antes do processo. Caso existam, nada impede que as toalhas fiquem de molho, durante um tempo, pois isso facilitará a remoção da sujeira mais concentrada. Mas não é preciso deixar muito tempo. Vinte minutos, em água e um pouco de sabão, já são suficientes.

Na lavagem ou no molho, evite usar enorme quantidade de sabão e amaciante, pois isso poderá manchar o tecido, desbotá-lo e até diminuir a sua capacidade de absorção.

Não é indicado usar cloro ou qualquer outro produto semelhante, nas toalhas. Caso elas tenham manchas difíceis de sair, é preferível aumentar o tempo de molho, em água e sabão.

Outra dica é molhar apenas a área onde está a mancha (por exemplo, uma sujeirinha de sangue) e colocar sobre ela um pouco de sabão neutro, seja líquido ou em barra. De vez em quando, esfregue com as mãos e verifique se a mancha se desprendeu. Porém, não se pode exagerar, pois o local poderá desbotar e ficar com a cor diferente do restante da toalha.

Toalhas de cores claras devem ficar separadas das outras mais escuras ou coloridas. Vale a pena observar, nas primeiras lavagens, se os tecidos soltam muita tinta. Há toalhas que, mesmo em cores diferentes, não mancham umas às outras. Porém, as brancas ou em cores suaves não podem ser lavadas, junto com as outras. Se for lavar toalhas brancas, não use cloro. Isso não irá deixá-las mais branquinhas; ao contrário, irá amarelá-las, além de danificar as fibras do tecido.

Ao final de lavagem de toalhas de banho, o ideal é usar água, em abundância, para que todos os resquícios de corantes ou produtos de limpeza sejam removidos. Uma dica é adicionar bicarbonato à água, pois ele ajuda a limpar, dar brilho e maciez.

Caso as toalhas tenham várias cores em sua estampa, uma dica é adicionar sal à água do último enxágue. Isso evita que as cores se desprendam e se misturem, umas às outras.

Quanto mais fria a água, mais conservadas as toalhas ficarão. Porém, caso uma peça tenha sido manchada pelas tintas do tecido, é preciso lavá-la novamente, usando água morna e sal, no último enxágue.

Finalmente, evite usar prendedores, ao secar as toalhas no varal. Prefira acomodá-las, dobrando-as ao meio. Isso evitará que os prendedores a deformem. Assim, que estiverem secas, retire-as do sol, pois ele desbota a sua cor e estraga suas fibras.

As toalhas de banho devem ser trocadas semanaalmente

 

 

 

 

0 36

Passar roupa é uma atividade que nem sempre é prazerosa, mas que é necessária. Em primeiro lugar, pela saúde, já que o fato de muitos varais serem externos fazem com que insetos passem sobre as roupas e sobre o varal, podendo causar “cobreiro”, um tipo de irritação na pele, que causa incômodos como carocinhos, borbulhas e coceiras que podem espalhar pela pele. Outro motivo para passar roupa é, obviamente, a estética: desamassar as roupas que saíram da máquina de lavar.

Há tecidos que dispensam o ferro. São aqueles que têm fibras de elastano, como as leggings e o suplex, e os tecidos sintéticos, como o náilon, rayon, etc., que podem ser queimados com o uso da alta temperatura do ferro de passar.

Algumas fazendas de trama delicada e leve, como a seda, precisam ser passadas, mas a temperatura do ferro deve ser o mais branda possível. Dessa forma, se tiver uma roupa deste tipo de tecido, comece a passar por ela antes de dar sequência na pilha de roupas, já que é mais fácil aquecer o ferro aos poucos do que resfria-lo a tempo de passar a peça, evitando que ela se queime.

Se ficar na dúvida sobre a temperatura, experimente passar o ferro levemente em uma parte interna da roupa, preferencialmente que fique escondidinha, como nas dobras, para descobrir se está ideal ou quente demais.

Algodão é um tecido mais chatinho, que requer temperatura mais alta para desamarrotar. Se ao passar o ferro a peça demorar para desamassar, experimente borrifar um pouco de água enquanto aplica o eletrodoméstico, pois alguns tecidos desamassam mais facilmente quando trabalhados sobre o vapor.

Peças de lã não devem ser passadas, poiso material tende a lacear diante do calor. Todavia, alguns tipos de lã, como aqueles usados para fazer calças e blazers (trench-coats) podem ser passadas em temperatura média, desde que a peça ainda esteja totalmente molhada. Sim, é preciso retirar a peça da máquina de lavar e levar direto para a tábua para aplicar o ferro.

Roupas de veludo devem ser passadas pelo avesso e com o tecido ainda úmido para assentar as fibras e evitar o brilho. Camisetas com apliques emborrachados também devem ser passadas pelo avesso.

A maioria das roupas traz na etiqueta a informação sobre qual a temperatura ideal do ferro para desamassá-la.

Caso não encontre este tipo de informação, previna-se e prefira ir trabalhando com o ferro morno, no avesso da peça, para ver como ela se comporta, se não queima ou gruda no eletrodoméstico e, gradualmente, aumente a temperatura para ver qual o nível ideal para tirar o amarrotado daquele traje.

 

0 22

A remoção de manchas de desodorante das roupas é um dos métodos mais trabalhosos. Tanto é que as sugestões são as mais variadas possíveis, mas um método definitivo que podemos dizer que com certeza irá funcionar, isso não existe. Independente do método que você utilize, a dica mais valiosa é que você aplique o método escolhido em uma parte pequena, sem a mancha, para ver como o tecido irá se comportar, evitando assim, danos mais graves.

As manchas são geralmente provenientes da presença dos sais de alumínio que a maioria dos desodorantes possuem na sua fórmula. São estes sais que servem para conter o suor, mas em contrapartida, eles causam as manchas e os amarelados nas roupas. Quando for optar por seu desodorante, escolha os que tem estes sais em baixas quantidades.

– O primeiro e mais simples método é o de pegar uma meia de nylon e simplesmente esfregar bem em cima da mancha. Em alguns casos funciona e é o primeiro método a ser testado, pois ele não danificará o tecido em hipótese alguma.

– Outra alternativa é lavar a roupa de dentro para fora, na máquina de lavar. Isso fará com que a agitação da máquina remova facilmente a mancha. Nunca use esse método se na roupa tiver indicações para ser lavada a mão ou a seco.

– O terceiro método é você fazer uma mistura de água com bicarbonato de sódio ou creme dental branqueador. Essa mistura deve ter a consistência de uma pasta, que será aplicada diretamente sobre a mancha. Deixe a roupa descansando a noite inteira, para só então no outro dia lavar com água corrente. Você também pode optar por utilizar detergentes com efeito branqueador. Só não use este método em roupas pretas, pois elas poderão descolorir.

– O método do vinagre consiste em deixar a roupa à noite toda em uma solução de vinagre e água. O único detalhe é que o vinagre precisa ser o branco.

– E a última hipótese é utilizar produtos próprios para a remoção de manchas como o Vanish. Basta aplicar o produto diretamente na mancha conforme as instruções do rótulo.

São diversos os métodos e você irá testar o que vai funcionar para o seu caso. Mas sempre se atente para lavar o quanto antes, de preferência, imediatamente após a ocorrência das manchas. E se perceber que seu desodorante está manchando suas peças o substitua.

0 47

As mulheres que estão nessa fase de encontros, paqueras, ficantes e rolos, sabem o quanto é difícil escolher a roupa, o calçado, os acessórios, a maquiagem e tudo mais que envolve a produção de um look para o primeiro encontro.

Ao contrário dos homens que somente pensam no que vão vestir no dia do encontro, muitas mulheres se preparam com muita antecedência para o evento. É depilação, hidratação, manicure, pedicure, tintura… e tantos outros processos que custam dinheiro e o nosso precioso tempo.

Toda essa dúvida e dificuldade pode ser minimizada quando você tem em mente alguns aspectos que deve analisar ao escolher o look completo. Clima, horário e local do encontro são fatores determinantes para o seu visual.

Uma dica importante é não mudar completamente o seu estilo para ir à um primeiro encontro. Mas, por quê? Primeiro, porque a não ser que você esteja realmente mudando de estilo, nos outros encontros será difícil manter esse novo estilo que você adotou apenas para o primeiro encontro e isso será estranho. Mantenha o seu estilo, não tenha vergonha do seu jeito de se vestir. Segundo, porque você precisa saber se ele vai gostar de você como você é realmente e isso será difícil se você estiver parecendo outra pessoa. Então, seja fiel à você mesma.

  • Evite decotes exagerados e saias ou vestidos muito curtos para não cair na vulgaridade;
  • Não use salto alto se você não está acostumada;
  • Não se vista para ele, vista-se para você, de acordo com o seu estilo e o que você gosta;
  • Na dúvida, opte pela simplicidade – menos é mais – não exagere na produção;
  • Faça uma maquiagem e um cabelo que “casem” com o look;
  • Conforto é tudo nesse momento em que você precisa se sentir à vontade;
  • Experimente os possíveis looks alguns dias antes do primeiro encontro.

Primeiro encontro durante o dia

Se você e o rapaz escolheram fazer o primeiro encontro à luz do dia, em um piquenique, uma sorveteria, um café ou qualquer outro local aconchegante que permita um encontro, você deve se atentar ao conforto e à praticidade da sua roupa.

Looks para o inverno (dia):

Se for inverno, opte por peças como cardigans, suéteres, moletons, jaquetas, camisas e vestidos de inverno. Combinações de short e meia calça também combinam com a estação. Calçados como botas, coturnos, sneakers e sapatilhas combinam com o visual de inverno.

Looks para o verão (dia):

Se for verão, veja algumas opções: short + t-shirt, maxi vestido ou blusa + maxi-saia, calça jeans skinny + blusinha ou legging + camisa. Combine o look com calçados como sapatilhas, slippers ou sandálias (baixas ou médias).

Primeiro encontro durante a noite

Caso vocês optem por sair à noite, as opções são ainda mais amplas que aquelas para um encontro de dia. Porém, considere o local. Se for a um restaurante, um look mais discreto é a pedida. Em uma balada, você pode ousar. Se for a um barzinho ou cinema, faça uma produção casual caprichada.

Looks para o inverno (noite):

No inverno, você pode fazer combinações de calça skinny ou flare e blusas, cardiagns, moletons e casacos. Ou você pode também apostar nos vestidos e saias com meia calça. Sapatos fechados e botas cano alto ou ankle boots são as sugestões para combinar.

Looks para o verão (noite):

No verão, aposte em vestidinhos leves, bordados ou maxi vestidos. Combinações com saia também são uma bota opção. Aposte nos saltos e nas produções mais ousadas.

Use sua criatividade e inspire-se com as sugestões de looks para montar seu visual para o primeiro encontro. Não se esqueça de fazer uma maquiagem caprichada, mas sem exageros e arrume os cabelos conforme sua preferência.

3 44

Para que as peças que usamos no nosso dia-a-dia durem mais tempo, é preciso um pouco mais de cuidado além do básico. Somente no lavar e secar elas podem sofrer algum desgaste sem que nos demos conta.

  • Antes de qualquer coisa, separe as roupas de cama das de banho;
  • -Classifique-as por cor, tecido, se são desbotáveis e aquelas que podem criar bolinhas
  • -Lave em separado as roupas sujas demais ou que estejam manchadas;

Quando você adquirir toalhas de banho, recomenda-se que sejam lavadas antes de serem usadas. O motivo é uma melhor absorção de água na hora quando você for se secar;

Você pode usar alvejante “sem cloro” na lavagem de peças coloridas, pois esse tipo de produto não irá causar desbotamento. Já o convencional use em roupas brancas, preferencialmente nas de algodão. Mas evite usar em tecidos de nylon, poliéster e lycra para não amarelar;

  • Dissolva, em separado, o amaciante e o sabão em pó antes de colocá-los na lavadora. Essa operação irá evitar que os produtos se acumulem em dobrinhas da roupa causando manchas. Não use o amaciante em viscolycra e nylon;
  •  Na hora de pôr as roupas para secar, observe se os varais estão limpos;
  •  Antes de estender as peças, dê aquela sacudida não apenas para tirar algum excesso de água, mas para também alisar os fios. Faça a mesma coisa na hora de recolher para que as peças fiquem mais macias;
  • Roupas que secam sob o sol tendem a ficar desbotadas. Se não for possível evitar o contato direto, vire-as do avesso;
  • Não passe a ferro as toalhas de banho, pois ele abaixa as fibras tirando a maciez. O vapor do ferro também pode embolorar as toalhas com o tempo. Para dar uma melhor aparência, passe as peças de cama. As de poliéster não precisam ser passadas;
  • Troque as roupas de cama, mesa e banho pelo menos uma vez por semana;

Você sabe como montar um enxoval para sua família? Em primeiro lugar procure qualidade. Dá para comprar ótimos enxovais por um bom preço.

Confira o número de peças para enxoval básico, de acordo com quantos são os integrantes da família:

Jogos de lençol: adquira quatro por cama. Enquanto um está sendo usado, os demais estarão para lavar, passar e o último guardado no armário esperando sua vez;

Jogos de banho: três toalhas para cada pessoa, seguindo a mesma ordem acima. Enquanto uma toalha está sendo usada, as demais estão na lavadora e no guarda-roupa;

Toalhas de mesa: use quatro toalhas para o uso diário, seguindo as instruções acima.

Panos de prato: mais de 10.

Aproveite as dicas e faça seu enxoval durar bem mais tempo.

0 29

Sempre antes de colocar qualquer roupa na máquina, o recomendado é dissolver completamente todo o sabão ou detergente que está sendo usado antes de introduzir a peça e de preferência lavá-las do avesso. É importante seguir as instruções de lavagem que constam nas etiquetas, e enxágüe muito bem para remover todo resíduo de sabão ou detergente, e não torça a roupa, pressione-a suavemente.

Se sua roupa for nova, não a lave direto com outras peças. Procure sempre lavar separado antes, pois assim você descobre se ela solta tinta, evitando manchar outras roupas.

Não utilize água sanitária em roupas de viscose e algodão, ela pode deixar manchas em sua peça, e verifique sempre nas instruções da etiqueta se é permitido usar este tipo de produto na lavagem.

TÉCNICAS PARA SECAGENS DAS ROUPAS:

O modo mais indicado para a secagem é em local arejado e com sombra, principalmente para roupas muito coloridas ou pretas, esses tipos de peças nunca devem ser expostas direto ao sol. Esteja certa de que a roupa foi bem enxaguada para não conter resíduos de sabão. No caso do varal ser dentro de casa, certifique-se que seja em um local arejado. Também não as guarde sem que esteja bem limpa e seca, a umidade favorece o surgimento de mofo, principalmente se for tecido de couro.

Para passar, separe as roupas de acordo com as instruções da etiqueta, e comece pela temperatura mais baixa e vá aumentado conforme necessitar. Peças pretas ou muito coloridas podem ficar marcadas se passar o ferro direto no tecido, procure usar um tecido fino sobre a peça. Se contiver ornamentos delicados ou partes emborrachadas, não ponha o ferro direto no local, use o mesmo procedimento explicado anteriormente.

TÉCNICAS PARA MANTER AS ROUPAS COM APARÊNCIA DE NOVAS:

Um jeito para manter as cores vivas de suas roupas coloridas é preferir lavá-las à mão e com detergentes neutros, porque dissolvem melhor na água, não deixando resíduos nas peças. Roupas com vestígios de sabão ficam esbranquiçadas.

Para retirar bolinhas e fiapos das roupas, utilize fita adesiva enrolada à mão e passe sobre o tecido. A cola da fita vai ajudar a retirar aqueles fiapos indesejáveis.

Para evitar que sua roupa branca fique com um aspecto amarelado, o mais importante é na hora de lavar. Lavem juntas somente roupas brancas, use sabão de coco e enxágüe bem a peça para não ficar resíduos, e no momento de secar, pendure do lado do avesso e de preferência na sombra. Ao guardar, evite sacos plásticos e locais com lâmpadas fluorescentes, que podem deixar manchas. Prefira o uso de sacos de TNT, que ajudam na proteção da luz e de poeiras.

Malhas de tricô devem ser lavadas a mão e colocadas para secar na posição horizontal evitando usar prendedores, assim evita delas não estragarem, não marcando ou esticando. Como elas soltam fibras no momento da lavagem, uma opção é colocá-las dentro de uma fronha, para que não passe fiapos para outras peças.

Desodorantes e perfumes podem manchar as peças, então evite que tenham contato direto com o tecido.

Ter cuidados no momento de lavar e guardar as roupas, é fundamental para aumentar a durabilidade, deixá-las sempre bonitas e preservar suas características. Aproveite essas dicas e mantenha suas peças com cara novas e bem cuidadas.

0 29

Para os pais de primeira viagem, quase todos os procedimentos com a criança parecem muito mais difíceis do que realmente são. Trocas de fralda, banhos e como vestir suas roupinhas sempre causam insegurança, pois os pais tem medo de machucar as crianças, porém, nem tudo é tão difícil, embora necessite de muito cuidado.

O corpinho do bebê deve ser acomodado numa superfície uniforme e confortável. Pode ser o trocador ou, caso os pais não o tenham, poderá ser a cama. É importante deixar ao alcance todas as peças que irá colocar no bebê. Isso permite que a mãe ou o pai esteja sempre perto da criança, pois ela não ficar sozinha, nem por alguns segundos.

O ideal em relação ás roupas é tomar como referência as suas próprias roupas, ou seja, mesmo se o clima estiver quente e você estiver usando roupas adequadas a temperaturas altas, as roupas do bebê deverão ser mais fechadas que as suas. Mas deve-se tomar cuidado para não exagerar nos agasalhos, para que o bebê não fique incomodado.

Passo a Passo

– Deve-se começar a vestir o bebê pelo body ou blusinha. Pegue a gola da roupa e, com cuidado, passe-a pela cabeça do bebê, começando pela parte de
trás (nuca). Isso facilitará, na hora de passar o rosto da criança, pela peça.

– Após passar pela cabeça, é hora de colocar as mangas. Para isso, o ideal é enrolar todo o tecido, para que as mãozinhas do bebê passem mais rapidamente pelos punhos. Segure a mão da criança, de forma que os dedinhos dela não fiquem presos na roupa.

-Repita com outro lado e erga, delicadamente, o corpo da criança, passando o restante da peça por baixo dela. Caso seja um body, abotoe-o, tomando o cuidado para que os botões não belisquem a pele do bebê.

– Se for vestir o bebê com uma calça, faça o mesmo procedimento que fez com as mangas. Enrole o tecido das pernas e, somente depois, passe os pezinhos pela abertura da peça. Repita com a outra perna e, então, levante um pouco o bumbum do bebê, vestindo o restante da calça.

-Depois disso, coloque as meias, que também devem ser enroladas, antes.

-Caso for usar um macacão de bebê, coloque a peça aberta sobre a superfície e, em seguida, coloque o bebê em cima dela. Vista os bracinhos, as perninhas e, para finalizar, abotoe o macacão. Pronto.

O bebê está vestido e protegido. Verifique se as perninhas do macacão não estão apertadas (curtas) demais, pois isso irá incomodar o mesmo.

0 35

Símbolo de estilo e elegância a gravata tem um papel importante na hora de compor o visual, por isso que ela precisa ser escolhida com bastante cuidado caso contrário você corre o risco.

Além disso, você deve por em prática algumas orientações para preservá-la ao máximo, como não alargar o nó, a não ser para retirá-lo por completo, ficar atento quando for passá-la com o ferro (regule o aparelho de acordo com o tecido), e evitar sujá-la com manchas de gordura.

E na hora de usar esta peça, é necessário ficar atento a algumas dicas de moda e etiqueta:

-Algumas pessoas não conseguem deixar a gravata no tamanho certo. O ideal é que sua ponta fique rente a fivela do cinto, nunca mais do que isso. Para não ter problemas, escolha acessórios cujo comprimento esteja entre 140 e1 50 cm.

– Alem de combinar com a roupa, a gravata precisa combinar com o seu corpo.Portanto, na hora de escolhê-la, você deve levar em conta detalhes como tom da pele, do cabelo, cores dos olhos etc. Gravatas claras, por exemplo, ficam melhor com pessoas de pele e cabelo claros.

– Outra questão importante é a largura dos ombros. Pessoas com ombros largos devem usar camisas com colarinho largo e, neste caso, gravatas que tenham entre 10 a 11 cm de largura. Caso contrário, recomenda-se o uso de gravatas com 8 a 9 cm.

– Evite gravata listradas com ternos risca de giz, opte por peças lisas e de cores neutras. O mesmo é válido para os ternos de tons sólidos. E caso você vá participar de uma entrevista de emprego, utilize uma gravata vermelha ou azul escura.

A grande dificuldade é na hora de combinar este acessório com a camisa. Veja quais são as orientações dadas para os principais modelos.

  • Camisa quadriculada – gravatas de listras diagonais ou pontilhadas;
  • Camisa listrada – gravatas pontilhadas ou com padrões retangulares. Se quiser uma gravata listrada, ela precisa seguir o mesmo estilo da camisa;
  • Camisa xadrez – gravatas lisas;
  • Camisa lisa – gravatas lisas ou estampadas. Apenas tome cuidado para não exagerar nas estampas. Mantenha sempre a sobriedade.

Seguindo essas dicas você sempre estará elegante e dificilmente vai correr  o risco de cometer alguma gafe.

MATERIAS DIVERSAS

4 69
O cooktop é um fogão diferenciado,  ele possui somente uma placa que é fixada sobre as bancadas de cozinha ou espaços reservados para jantares....

EMAGRECER